7 minutos de leitura (1339 palavras)

Estágios do Desenvolvimento Humano

Estágios do Desenvolvimento Humano

 

É muito importante conhecer os principais períodos típicos que o desenvolvimento humano passa. Conhecendo-os, adquirimos maior habilidade no trato das faculdades mentais que são pertinentes para cada estágio, adquirimos um conhecimento ímpar sobre nossa natureza e como ela afeta a todos nós ao longo da vida. Já abordei em outros tópicos sobre as influências que limitam esse processo do desenvolvimento. Caso queira saber quais fatores influenciam o desenvolvimento, recomendo esse artigo: Influências no Desenvolvimento Humano.

 

Mas, o que são os estágios do desenvolvimento?

Imagine que os pesquisadores - estudiosos - do desenvolvimento humano, fizeram uma longa fita que ia do 0 ao 65 em números. Esses números representam a nossa idade, sendo que 0 significa a concepção da vida, a união dos gametas, e conforme progride-se nessa longa fita, passando pelos números, simula-se o nosso envelhecimento. De posse dessa longa fita numérica, os pesquisadores decidiram dividir esse processo de maturação em estágios e, para isso, reuniram as grandes mudanças em termos de maturação e desenvolvimento psicossocial que nós passamos e separaram essa longa fita em oito partes. Essas partes nada mais são do que os estágios do desenvolvimento, e os critérios que determinam esses estágios são: desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial.

Os períodos do desenvolvimento: Período pré-natal: da concepção ao nascimento; Primeira Infância: do nascimento aos três anos; Segunda infância: três a seis  anos; Terceira Infância: seis a onze anos; Adolescência: 11 a aprox. vinte anos; Vida Adulta: vinte a quarenta anos; Vida Adulta Intermediária: quarenta a sessenta e cinco anos; e a Vida Adulta Tardia: sessenta e cinco anos em diante.

É importante deixar claro que essas idades não são regra, e varia de indivíduo para indivíduo, de cultura para cultura, porém, é uma média e acima de tudo uma forma de representar os períodos no processo do desenvolvimento.

 

Os períodos do desenvolvimento humano

 Período Pré-natal: É o processo que desdobra desde a fecundação do óvulo pelo espermatozoide até o nascimento da criança.

  • Desenvolvimento Físico
    • Ocorre a fertilização do óvulo, por meios normais ou artificiais.
    • As dotações genéticas que o zigoto recebe já começa interagir com influências ambientais.
    • A vulnerabilidade por influências ambientais é grande nessa fase.
    • Formam-se as estruturas e os orgãos básicos. Inicia-se o desenvolvimento do cérebro.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Desenvolve-se as capacidades de aprendizagem e memória. Nessa fase também desenvolve a resposta aos estímulos sensoriais.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Uma curiosa relação entre o bebê e a mãe acontece nessa época: o feto responde à voz da mãe e desenvolve uma preferência por ela.

 

Primeira InfânciaEsse período se dá desde o nacimento até aproximadamente três anos de idade. Saiba Mais: Primeira Infância - Desenvolvimento Humano

  • Desenvolvimento Físico
    • Nessa fase o cérebro se torna mais complexo e é extremamente sensível à influências ambientais.
    • No nascimento, os sentidos e sistemas corporais funcionam em graus diferentes, variados.
    • O crescimento, tanto do corpo quanto das habilidades motoras, são bem rápidos.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Desde as primeiras semanas as capacidades de aprendizagem e de memória estão presentes.
    • Há um rápido desenvolvimento do uso e compreensão da língua.
    • Por volta do segundo ano de vida, desenvolve-se a capacidade de usar símbolos e resolver certos problemas.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Aumenta o interesse por outras crianças.
    • Forma-se os vínculos afetivos com os pais e outras pessoas.
    • Há uma passagem de dependência para a autonomia. Começa se entender como individuo, autoconsciência.

 

Segunda Infância: Dos três anos de idade até os seis. Saiba Mais: Segunda Infância - Desenvolvimento Humano

  • Desenvolvimento Físico
    • A aparência começa ficar parecida com as de um adulto, fica mais esguia. Há constância no crescimento.
    • A preferência pelo uso de uma das mãos surges nesse período. As habilidades motoras finas e gerais, mehoram.
    • (Habilidades motoras finas: é a habilidade que requer uma complexidade maior de domínio no movimento. Requeridas para amarrar cadarço, ziper, escrever.)
    • Há diminuição no apetite e nessa fase é bem comum distúrbios do sono.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Fase do famoso pensamento egocêntrico das crianças. Porém a tendência é aumentar a compreensão em relação ao outro.
    • A inteligência torna-se mais previsível.
    • Surge ideias surreais sobre a compreensão do mundo, mas isso se da por conta da imaturidade cognitiva.
    • Melhora na memória e linguagem.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O autoconceito e a compreensão das emoções tornam-se mais complexos.
    • Aumenta a independência, a iniciativa e o autocontrole. Desenvolve-se a identidade de gênero.
    • O brincar torna-se mais imaginativo, elaborado, mais social (geralmente).
    • A família ainda é foco da vida social, mas outras crianças tornam-se importante.

 

Terceira Infância: Tal período inicia-se em meados dos seis anos de idade e vai até os onze anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • O crescimento se torna mais lento em relação aos outros períodos já descritos.
    • A força Física aumenta.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Diminui o egocentrismo. Desenvolve-se o pensamento lógico, porém concretamente. A linguagem e a memória aumentam.
    • Há ganhos cognitivos considerados que permitem que a criança frequente o ensino formal da escola, porém há crianças que demonstram certa necessidade educacional especial.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O autoconceito torna-se mais complexo, afetando a autoestima.
    • Os colegas assumem importância fundamental.
    • A corregulação reflete um deslocamento gradual no controle dos pais para a criança.

 

adolescente estagios desenvolvimento humano

 

A Adolescência: Começa aproximadamente entre os onze anos e vai até vinte.

  • Desenvolvimento físico

O crescimento do corpo e outras mudanças físicas são rápidas e intensas.

A maturidade reprodutiva é o marco desse período.

Se há algum risco para a saúde que envolva essa fase, com certeza, é por motivos comportamentais. Exemplo: Abuso de drogas, distúrbios alimentares, etc.

  • Desenvolvimento Cognitivo

Aprimoramento das capacidades de pensamento abstrato e raciocínio científico.

Pode-se persistir o pensamento imaturo ante algumas situações, que marcam em termos comportamentais essa fase.

  • Desenvolvimento Psicossocial

Esse período é marcado pela busca de uma identidade, incluindo a identidade sexual.

As amizades podem exercer muita influência na vida desses jovens, tanto positiva quanto negativa.

 

Vida Adulta - InícioTodo o período que se da entre os vinte a quarenta anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • O desenvolvimento físico alcança o ápice desse processo, depois começa um ligeiro declínio.
    • As opções de estilos de vida, influencia na saúde.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Os julgamentos morais tornam-se mais complexos.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Os traços da personalidade tornam-se estáveis. Porém, fases e acontecimentos da vida continuam influenciando.
    • São tomadas decisões importantes sobre relacionamentos, estilo de vida. Decisões essas, duradouras ou não.
    • É nessa fase que as pessoas, em média, casam-se e tem filhos.

 

Vida Adulta Intermediária: Dos quarenta a sessenta e cinco anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • Pode ocorrer uma lenta deterioração das habilidades sensoriais, da saúde, do vigor e da força física, mas são grandes as diferenças individuais.
    • As mulheres entram na menopausa.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • As capacidades mentais atingem o auge.
    • A produção criativa pode declinar, mas melhora em qualidade.
    • Para alguns, o sucesso na carreira e o sucesso financeiro atingem seu máximo. Para outros, poderá ocorrer esgotamento ou mudança de carreira.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O senso de identidade continua a se desenvolver.
    • Na maioria das vezes a saída dos filhos deixa o lar vazio, há um alivio em parte dessa condição ou uma possível falta deles.

 

Vida Adulta Tardia: Dos sessenta e cinco anos em diante.

  • Desenvolvimento Físico
    • A maioria das pessoas é saudável e ativa, embora geralmente haja um declínio da saúde e das capacidades físicas.
    • O tempo de reação mais lento afeta alguns aspectos funcionais.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Grande maioria das pessoas está mentalmente alerta
    • A inteligência e memória pode se deteriorar em algumas áreas, a maioria das pessoas encontra formas de compensar essa perda.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • A aposentadoria pode oferecer novas opções para aproveitar o tempo disponível.
    • O relacionamento com a família e com amigos pode proporcionar um importante apoio.
    • A busca de significado para a vida assume uma importância fundamental.

 

Esses são os principais estágios, períodos, do desenvolvimento humano e é extremamente importante estuda-los porque são os tópicos fundamentais dentro do estudo do ciclo vital. Esse tema é conhecimento básico dentro da psicologia, é fundamental identificarmos os domínios do desenvolvimento e como se inter-relacionam.

 

Referências: PAPALIA, E. Diane. FELDMAN, Ruth Duskin (2013). Desenvolvimento Humano. AMGH Editora.

×
Stay Informed

When you subscribe to the blog, we will send you an e-mail when there are new updates on the site so you wouldn't miss them.

Hierarquia de Necessidades de Maslow
Conceitos Básicos no Desenvolvimento Humano

Related Posts

 

Comentários

Nenhum comentário foi feito ainda. Seja o primeiro!
Já possui conta? Faça seu login
Visitante
Sábado, 28 Mai 2022