BEM-VINDO
O melhor conteúdo para você

Já pensou em trabalhar como psicólogo no Canadá?

Já pensou em trabalhar como psicólogo no Canadá?
Sabemos que a profissão de psicólogo não é tão bem reconhecida no Brasil, sendo muitas vezes difícil conseguir retorno para pagar os custos que a própria faculdade gerou em nossos bolsos. Por mais que...
Continuar lendo
  59 Visualizações
  1 Comment
59 Visualizações
1 Comment

Por que fazer Psicologia e Quem pode fazer?

Por que fazer Psicologia e Quem pode fazer?

O Curso de Formação de Psicólogo, ou simplesmente Faculdade de Psicologia, pode ser um tanto quanto surpreendente e perigoso. Muitas vezes o aluno que ingressa no curso possui uma visão muito limitada sobre a formação, sobre as disciplinas e o que isso significa ao longo de toda a grade pretendida. Não raro vemos no início o aluno com uma visão mecanicista, inatista e tendo somente a clínica – a bom modo divã, Freud e conversas sobre o passado - como referência sobre psicologia e como é a atuação do psicólogo.

Mas se surpreenderá aquele que pensa assim. Nosso tão amado curso de psicologia abordará e se aprofundará em tantos assuntos da personalidade, desdobrará diversas técnicas e teorias que deixará o aluno boquiaberto quanto a qual abordagem seguir e se realmente seguirá uma.

Mas vamos descobrir porque fazer tal curso e para quem se destina o curso de psicologia.

 

Por que fazer Psicologia e para quem se destina:

Antes de mais nada podemos dizer que o curso de psicologia se destina a todos aqueles que refletem sobre os fenômenos sociais, sobre as pessoas e seu modo de viver; é para aqueles que querem, de alguma forma, operar de forma positiva na sociedade estimulando as pessoas a encontrarem a sua autonomia ou lidar com determinados conflitos. Para tanto, o psicólogo encontrou diversos campos de atuação: RH, nas organizações; na clínica; hospitais e centros de assistência psicossocial; escolas. O psicólogo pode, ainda, trabalhar sozinho ou em uma equipe multidisciplinar que pode englobar médicos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e etc.

Continuar lendo
  611 Visualizações
  2 Comments
611 Visualizações
2 Comments

Quais motivos para procurar um Psicólogo?

Quais motivos para procurar um Psicólogo?

Ir ao Psicólogo não é um bicho de sete cabeças, nem uma medida para casos extremos, como muitos ainda acreditam. Hoje a ideia que os profissionais tentam difundir é que a prevenção deve ser a grande preocupação de todas as pessoas quando o assunto é saúde mental. Vemos muitos exemplos de pessoas que adiam a ida ao psicólogo por acreditar que este não seja o melhor caminho para elas. Isso se deve à falta de informação, pois infelizmente ainda existe o pré-conceito de que psicólogo é alguém com quem você apenas irá bater um papo e isso poderia ser feito com qualquer pessoa: amigos, familiares, cônjuge…

Com esse pensamento errôneo, o que ocorre é que muitas pessoas só vão se convencer de que é necessário buscar apoio psicológico quando a situação já se agravou e chegam aos consultórios esperando soluções milagrosas. Assim, não é raro vermos quem ainda associe psicoterapia como solução para “desequilíbrio” ou “loucura”.

Ainda não iremos entrar na questão da “loucura” ou daquilo que é considerado normal ou patológico, mas vamos aqui elencar alguns motivos bem válidos para que alguém decida procurar um psicólogo:

 

Busca de autoconhecimento:

O autoconhecimento é o grande benefício para quem faz psicoterapia. Através da relação terapêutica, uma pessoa é levada a conhecer aspectos de si mesma que, muitas vezes, sequer fazia ideia. Começa a compreender a razão de determinadas atitudes, de certos sentimentos e situações que ocorrem em sua vida. Além disso, quando uma pessoa se conhece a fundo, ela consegue lidar melhor com as suas emoções e com o seu comportamento, consequentemente lida melhor com muitos acontecimentos em sua vida. Isso não significa que ela não irá mais passar por momentos difíceis, significa que ela saberá contorna-los da melhor forma e tirar deles as melhores experiências para o seu crescimento pessoal e emocional. A busca pelo autoconhecimento pode auxiliar em diversas áreas da vida, como as relações e o desenvolvimento profissional, por exemplo.

Continuar lendo
  2062 Visualizações
  0 Comments
2062 Visualizações
0 Comments

Por que Estudar a História da Psicologia?

Por que Estudar a História da Psicologia?

Sou defensor do estudo da história da nossa psicologia, entendo que compreender o passado e se "familiarizar" com os teóricos de outrora nos ajuda a aprender um pouco - mesmo que superficialmente - do contexto social-histórico e como eles (teóricos) desenvolveram seus pensamentos, como elaboraram suas teorias.

Mesmo que a posteriori, acredito ser essa uma das grandes competências que essa disciplina busca proporcionar. Mas, voltando para o objetivo principal, a disciplina de história da psicologia busca desenvolver o entendimento do aluno quanto a concepção, criação enquanto ciência objetiva e desenvolvimento da área de estudo em questão (psicologia). Se essa disciplina faz parte da grade curricular é porque sua instituição de ensino decidiu que seria importante estudar a história desse curso. Imagina ser questionado do porque de Wundt ser considerado o "pai" da psicologia moderna ou quem é o "pai", "criador", da psicologia e, o psicólogo ou estudante, não saber responder. Pouco quero afirmar que isso seja sinônimo de proficiência na área, mas todo profissional - independente da área - deve conhecer quem proporcionou sua área de conhecimento. Claro, isso para mim. Até se explica para quem não teve oportunidade de estudar a história da psicologia na universidade - há faculdades que não integram tal disciplina na grade curricular -, mas não justifica a não procura por conhecer.

Caso não saiba ou tenha esquecido, confira o artigo abaixo:

Saiba Mais: Wilhelm Wundt - O Pai da Psicologia Moderna.

 

Continuar lendo
  9769 Visualizações
  0 Comments
9769 Visualizações
0 Comments