BEM-VINDO
O melhor conteúdo para você

Qual a importância da filosofia para a Psicologia?

Qual a importância da filosofia para a Psicologia?

 Você já se perguntou sobre "qual a importância da filosofia para a psicologia" ou "quais as influências que a psicologia tem da filosofia"?

É comum questionarmos sobre o papel da filosofia no surgimento da psicologia, ainda mais quando começamos estudar a história da psicologia. Para que possamos responder o tema proposto, devemos entender as perspectivas dos filósofos que contribuíram com a indagação sobre nossa própria existência para, depois, entendermos quais os pontos que a psicologia criticou e que suscitou na separação dessas duas áreas. Como não pretendo abordar a relação tênue entre filosofia e psicologia, me limito em falar do cenário que favoreceu o aparecimento da psicologia enquanto ciência e das influências que ela teve.

 

Podemos dizer que a psicologia começou germinar com os primeiros filósofos gregos, ao questionarem a sua realidade. Esse movimento foi impulsionado por consequência da criação das primeiras cidades-estado e da alavancada econômica e social que ocorreu na Grécia, o que resultou na necessidade do homem olhar para si e questionar a sua própria realidade e a das coisas. Ressalto que estamos ainda na era pré-socrática, quando a maioria dos questionamentos tinha uma origem metafísica. A importância desses pensadores está no uso especulativo da razão que, através desse método, buscavam responder os questionamentos sobre a origem das coisas. E é nesse contexto que, anos depois, nascerá Sócrates e moldará uma parte importantíssima da história da filosofia.

Com a influência de Sócrates, tivemos outros grandes pensadores como Platão e Aristóteles que abordavam a relação entre mente e corpo; acreditavam que a mente e o corpo estavam ligados, sendo que a primeira exercia forte influência sobre o corpo e ambos não podiam ser dissociados. Posteriormente, um filósofo, físico e matemático francês chamado René Descartes questionou essa relação, dizendo que acreditava na interação unilateral porém o corpo exerceria maior domínio sobre a mente (cérebro). Logo, Descartes influenciou toda a filosofia moderna e é considerado, por muitos, o pai dela.

Continuar lendo
  20021 Visualizações
  0 Comments
20021 Visualizações
0 Comments