Equipe de Colaboradores
Juntos enriquecemos as práticas psicológicas

 

CONHEÇA NOSSOS AUTORES NOSSAS AUTORAS OS COLABORADORES DO PSICO EDUCA

Amante das subjetividades humanas e um curioso admirador das repetições da vida com seus novos encontros. Busca contribuir para com uma melhora em saúde mental, estimular o saber e reflexão crítica dentro das práticas psicológicas.

entender conceitos psicometria psicologia

 

A psicometria busca uma forma de mensurar fenômenos psicológicos para agregar maior valor para as ciências humanas, no caso a psicologia. Com a objetividade das fórmulas aplicadas aos fenômenos humanos, busca-se uma melhor interpretação desses mesmos fenômenos através dos números, porém, somente o número, isolado, pouco nos representa.

Continuar lendo

 

 

Bom dia, hoje trago uma pequena resenha sobre o livro de Sigmund Freud, Totem e Tabu. Não procuro realizar um discurso crítico - como todas as "resenhas" que faço aqui no portal-, buscarei apenas passar para vocês as minhas impressões sobre o livro e um pouco do seu conteúdo, onde detalharei e explicarei alguns dos conceitos freudianos desse grandioso livro.

 

Autor: Sigmund Freud.

Continuar lendo

curso manual do autista autismo cbiofmiami

 

Curso Manual do Autista - Instituição com programa solidário que oferece treinamentos online por menos de R$0,70 o dia e duração de 8 meses.

Continuar lendo

 thumbs curso saude integral populacao lgbt sus

O Curso é produto de uma parceria entre o Ministério da Saúde e as Universidades integrantes da Rede Universidade Aberta do SUS. O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica tem a finalidade de estimular e valorizar o profissional de saúde que atua em equipes multiprofissionais no âmbito da Atenção Básica e da Estratégia de Saúde da Família.

Continuar lendo

 

 Dando continuidade a sequência de artigo sobre o desenvolvimento humano, hoje trarei algumas características sobre A Segunda Infância. No artigo passado falamos sobre A Primeira Infância e Suas Características, recomendo a leitura.

 

Segunda Infância: Dos três anos de idade até os seis.

"As crianças vivem em um mundo de imaginação e sentimentos... Elas aplicam a forma que lhes agrada ao objeto mais insignificante, e veem nele tudo o que desejam ver".
(Adam G. Oehlenschlager, 1857.)

 

Continuar lendo

palestra relacoes afetivas sexualidade moderna contemporanea campinas

Terça-feira, dia 14/03, ocorrerá uma palestra sobre Relações Afetivas Sexuais Contemporâneas na Câmara da cidade de Campinas/SP. Teremos a Dra. Maria Alves Bruns como principal palestrante, não perca. Tal ação revela quão importante é discutir sobre sexualidade e como esse tema vem crescendo nos últimos tempos.

Continuar lendo

 

 

Comprei esse livro faz uns dois meses e finalmente consigo trazer uma breve resenha sobre o tema abordado. Quem acompanha meus artigos aqui no Psico Educa sabe que tenho uma quedinha pela psicanálise, não é atoa que a maioria das resenhas que faço no Portal é a respeito de livros psicanalíticos. Achei o assunto do livro muito interessante e adoraria saber qual a visão da psicanálise sobre os contos de fadas e como ela explica essa interação entre o real e o imaginário na perspectiva da criança, então decidi comprar o livro em uma das minhas andanças mensais pelas livrarias do Iguatemi (Shopping de Campinas/SP). Resultado: Amei o livro, o Bruno (autor) disserta com uma riqueza de detalhes surpreendente e entrega o conteúdo com uma clareza didática que encontro em poucos livros. Entretanto, achei a leitura um pouco cansativa pois há muita repetição sobre os conceitos já discutidos no livro; mas isso não tira o valor e minha recomendação, infelizmente essa "repetição" é necessária para que se fique claro o que o autor pretende defender - além de ser apenas a minha opinião. Então, leia e tire suas próprias conclusões porque independente das suas referências teóricas - dentro da psicologia - o livro é muito bom e nos da uma outra perspectiva a respeito do imaginário infantil.

 

Autor: Bruno Bettelheim

Continuar lendo

snap ben carta professora ensino autista

Professora inova ao comunicar as notas (não satisfatórias) do seu aluno autista de 11 anos, Ben Twist. Ela escreveu uma carta repleta de carinho e respeito que comoveu a todos no Twitter.

Continuar lendo

ajudar crianca dormir disturbio sono psicologia

 É muito comum as crianças apresentarem distúrbios do sono como acordar durante a madrugada por conta de um pesadelo, enurese (urinar, de forma involuntária, nas roupas ou na cama), terror noturno, etc. Outro acontecimento comum e que pode ser rotineiro é na hora de dormir, a criança simplesmente demora para dormir o que deixa os pais ainda mais exaustos depois de um dia de trabalho.

Continuar lendo

 

 Todo estudante de psicologia que se preze já deve ter ouvido falar do psicólogo americano B. F. Skinner (Burrhus Frederic Skinner), conhecido como precursor do Behaviorismo Radical. Ao longo dos semestres de um curso de psicologia temos oportunidade de conhecer um pouco sobre ele; normalmente estudamos Skinner e seu behaviorismo nas disciplinas de Teorias e Sistemas de Psicologia, Psicologia Geral e Experimental ou em matérias mais específicas sobre behaviorismo. Claro, a nomenclatura poderá mudar de universidade para universidade mas uma coisa é fato: Estudamos behaviorismo no curso de psicologia. E sabe por que? Simplesmente porque o behaviorismo é uma das matrizes psicológicas, isso por si só já explica o porque de sua importância.

 Sabemos que Skinner foi muito importante para o movimento Behaviorista americano e que trouxe muitas contribuições para a psicologia, mas você sabia que não foi só a psicologia que foi afetada e teve alguns conceitos "alterados" pelo Skinner?  A ciência como um todo também foi afetada pelo trabalho de Skinner. Se hoje temos o estudo do comportamento humano como parte das Ciências Naturais, ou melhor, se temos o conceitos de Ciências Sociais, foi porque lá atras Skinner afirmou e comprovou que o comportamento humano é passivel de estudo. Estudo esse que agrega as características da ciência.

Mas antes que possamos falar em como o Skinner influenciou a ciência, devemos explicar como era a ciência antes dele.

 

Continuar lendo